quarta-feira, 18 de maio de 2011

A violência

Caros internautas
Nesta última terça-feira, 17/05, em nosso município foi registrado o assassinato de um pai de família de nossa cidade, Sorveteiro, como era conhecido. Na verdade esse é mais um de tantos gestos atrozes que nos últimos tempos. A violência está crescendo cada dia mais em nossa região, o que nos deixa, consequentemente mais apreensivo, tensos em andar pelas estradas do nosso município. Por várias vezes na estrada que dá acesso aos povoados Siqueira e Ponta de Areia foram anunciados ou denunciados tentativas de assaltos ou abordagens que não nos deixa tranquilos em ir ou vir àqueles povoados. Será que com tantos acontecimentos nos últimos anos as nossas autoridades não vão tomar uma iniciativa para combater a violência que nos assola?

Essa violência que me refiro se dá de várias formas: na sexta anterior já havia ocorrido briga e a polícia foi chamada, houve até perseguição, deixando a comunidade assustada; as notícas é que os jovens com suas motocicletas fazem da rua uma pista de corrida ou de qualquer coisa que o valha; essa postura dos jovens não se dá apenas na Ponta de Areia, mas também em outros povoados e inclusive na cidade, de modo especial no trecho próximo da Igreja Matriz até ao Colégio Estadual, por se tratar de uma rua plana e reta. Os quebra-molas servem de rampa ou trampolim, deixando os moradores dessas ruas assombados.
Isso sem falar do crescente consumo de drogas lícitas e ilícitas, prostituição, tráficos...
Com isso nos perguntamos: Motivos para tanta violência? Ociosidade? Não só mas também educação, famílias desestruturadas, distância de uma comunidade de fé, em poucas palavras estamos vivendo um tempo em que o mundo não leva mais em consideração a Palavra, a vontade de Deus.
Rezemos constantemente e fervorosamente para que Deus, pela intercessão de Nossa Senhora e São Félix, nos conceda paz e coragem de lutar por um mundo melhor!
Pe. Fábio

Nenhum comentário:

Postar um comentário